• Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Facebook Basic Square

Um milagre chamado “Acreditar”

29/03/2019

 

 

 

O caminho que decidi tomar, de ser uma pessoa que confia no universo e nas varias respostas que ele dá, faz agora um ano e meio, que maravilha!

 

Hoje acordei a pensar que seria uma boa partilha para fazer convosco. 

 

A minha vida não tem sido sempre ligada à metafísica chinesa, ao desenvolvimento pessoal, ao coaching e ao BaZi. Durante alguns anos andei em área totalmente diferentes, mas que hoje sei que não eram o que me preenchia. 

 

Tomar decisões de viragem é sempre um ato de grande insegurança e assustador. A minha voz interior parecia dizer uma coisa e o ambiente à minha volta parecia não concordar. Na verdade, também era uma pessoa que precisa de sentir que os outros apoiavam as minhas decisões e quando isso não acontecia a minha coragem ia abaixo. 

 

A minha crença era grande, algo em mim queria mesmo ajudar os outros e queria fugir de trabalhos conflituosos. Ao mesmo tempo queria estar bem comigo, sem depender da aprovação de outros.

 

Hoje digo-vos que é um processo, não é uma linha definida que separa a Bárbara sem certezas da Bárbara que apenas depende da sua voz interior. Todos os dias tenho os meus rituais que passam por ser mais autoconfiante, por acreditar no meu sonho e por perceber que quanto mais amor der melhor me vou sentir.

 

Percebi que os meus amigos podem ter uma visão completamente diferente da vida e mesmo assim serem as pessoas que estão ali quando preciso. 

Aprendi a não me sentir culpada por querer algo diferente e aprendo um pouco mais todos os dias. 

Aprendi que fazer o que gosto me dá uma energia extra, uma vontade de viver imensa, uma vontade de espalhar alegria inigualável. 

 

Sei hoje, um pouco mais sobre estar em paz com o amor que sinto pelo que faço e por mim, com aquilo que sou. 

 

A vida ensinou-me que a grande paz no dia a dia vem de estar bem com a voz do coração e seguir o meu instinto, por mais desafios que isso possa trazer. No final do percurso, é um milagre estarmos em paz com o que fazemos.

 

E nem todos vão compreender, e nem todos se vão identificar, e uns vão aproximar-se e outros afastar-se..., mas faz parte da vida. O fantástico é que vamos estar tranquilos para dar o melhor de nós e sentir que está tudo bem! Nas minhas visualizações peço para ter esse amor enorme, essa força e essa vontade imensa de ser mais e melhor.

 

Desejo-vos a todos o mesmo!

 

Fiquem muito bem,

Bárbara

 

 

Please reload